Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


22
Abr17

rotinas

por Olívia

 

Sinto uma certa tranquilidade nas rotinas certas de cada dia.

Transtorna-me e incomoda-me quando as coisas não seguem o rumo esperado.

A capacidade de adaptação está a precisar de ser trabalhada.

Deixei de ter rotinas.

Os dias sucedem-se sem que consiga perceber como ocupei o meu (precioso) tempo.

Sei isto, consigo perceber o que devo mudar, no entanto sinto esta inércia a tomar conta de mim.

Outra vez.

Autoria e outros dados (tags, etc)

21
Abr17

Ser

por Olívia

Todo o dia sou aquilo que as pessoas esperam de mim. Mãe para as minhas filhas, esposa para o meu marido, amiga para as amigas, contabilista para assuntos de impostos, conhecedora das linhas e dos trapos na retrosaria, cozinheira na hora das refições, enfermeira para cuidar das feridas, psicologa na hora de escutar desabafos, mulher a dias quando é preciso limpar, passar, arrumar... em cada um destes momentos sinto-me desaparecer, cada vez sou mais pequenina... até me recordar que sou filha amada do Pai, princesa do Reino, conhecida pelo meu nome... amada antes de existir!

Autoria e outros dados (tags, etc)

21
Abr17

Arrogância

por Olívia

Existem pessoas que em determinados momentos batem todos os recordes de arrogância, só elas é que sabem, só elas é que fazem bem, são boas em tudo, o que fazemos é medíocre, elas são deus e nós formigas que lutam pela vida... ainda bem que são poucas as vezes que me deparo com pessoas assim, no meu local de trabalho, onde por norma: o cliente tem sempre razão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

22
Mar17

How does a moment last forever

por Olívia

 

How does a moment last forever?

How can a story never die?

It is love we must hold onto

Never easy, but we try

Sometimes our happiness is captured

Somehow, our time and place stand still

Love lives on inside our hearts and always will


Minutes turn to hours, days to years and gone

But when all else has been forgotten

Still our song lives on


Maybe some moments weren't so perfect

Maybe some memories not so sweet

But we have to know some bad times

Or are lives are incomplete

Then when the shadows overtake us

Just when we feel all hope is gone

We'll hear our song and know once more

Our love lives on


How does a moment last forever?

How does our happiness endure?

Through the darkest of our troubles

Love is beauty, love is pure

Love pays no mind to desolation

It flows like a river through the soul

Protects, perceives and perseveres

And makes us whole


Minutes turn to hours, days to years and gone

But when all else has been forgotten

Still our song lives on

That's how a moment lasts forever

When our song lives on

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

01
Mar17

num dia de chuva miudinha

por Olívia

Há catorze anos choveu, esteve uma brisa agreste na maior parte do dia... pelas quatro da tarde o sol descobriu. Almoçámos junto de uma lareira acesa.

Tanta gente!

Amigos e família.

Sorrisos, brincadeiras.

Danças e doces.

Eu era uma noiva feliz nos braços do meu marido.

Quem diria que naquele dia começava esta família que hoje tenho! 

Pode chover, pode fazer vento, por vezes forte.

Mas o sol do nosso amor continua a brilhar.

Mesmo longe.

O coração bate mais forte quando me lembro de ti...

Autoria e outros dados (tags, etc)

17
Jan17

Lágrimas

por Olívia

Devia ter chorado, desabafado, mas não tinha como.

Era preciso continuar. Arrumar as coisas, conduzir até casa, ouvir as histórias do dia.

Era preciso dar atenção às minhas filhas.

Acender o lume, fazer o jantar.

Era preciso esperar pelo sono e pelo silêncio da casa.

E quando a oportunidade chegou, o sono foi maior e levou-me consigo para um novo dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

13
Jan17

Agendas

por Olívia

Gosto de listas, de planos de objetivos. Preciso de me organizar.

Recomeçar.

A vida não é uma tabela, no entanto é preciso olear as engrenagens. Abraçar o inesperado.

Sorrir.

Ainda que o pânico me faça tremer. 

É preciso sorrir. 

Recomeçar.

Hoje.

Autoria e outros dados (tags, etc)

11
Jan17

música e fotografia

por Olívia

O melhor dos filhos é que não nasceram para concretizar os sonhos dos pais, nem sequer para dar continuidade aos seus passatempos favoritos.

O melhor dos filhos é voarem sozinhos por outros céus e sobrevoarem outras montanhas.

Fotografia para a mais velha.

E agora música para a do meio.

Quem diria que as minhas filhas iriam apaixonar-se por coisas tão fora da nossa vivência do dia a dia.

Que bom ver crescer estas meninas e saber que são curiosas e autónomas nas suas escolhas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

09
Jan17

caminho

por Olívia

Pensam que vivo presa a conceitos e a normas.

E, no entanto, é isso que faz de mim uma mulher livre.

Quando partir, sei onde quero chegar.

O que deixo para trás não me impede de avançar!

Autoria e outros dados (tags, etc)

05
Jan17

A idade é relativa

por Olívia

 - Antesdontem foi o funeral da Maria Armanda... vê tu uma rapariga tão nova!

 - Oh... não estou a ver quem seja.

- Morava naquela travessa mais à frente... tu conheces!

- Pois, pelo nome não estou a ver. É rapariga para que idade?

- Mais ou menos da minha, deve ter setenta e poucos... coitada, vê lá tu... 

- Pois... coitada... tão nova...!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ